A TUA FONTE EM PORTUGUÊS SOBRE A SHAKIRA

Get your own Poll!
20
Out 12

 

A cantora evidencia a barriga

 

Depois de ter confirmado a gravidez, a cantora mostrou aos seus seguidores a sua já volumosa barriguinha. Shakira mostra-se feliz e a viver uma das melhores fases da sua vida.

"Agora não tenho seis abdominais, tenho um único!", escreveu Shakira como legenda da fotografia em que mostra a sua barriguinha de seis meses de gestação aos seguidores no Twitter.

De recordar que a cantora colombiana confirmou a gravidez a 19 de setembro na mesma rede social e que, recentemente, em entrevista a um canal de televisão alemão, revelou que espera um rapaz.

Este é o primeiro filho de Shakira e de Gerard Piqué, defesa do FC Barcelona, e deverá nascer no início de 2013.

 

Fonte: DN


 

A cantora colombiana Shakira confirmou à televisão alemã RTL que o bebé que espera do futebolista do Barcelona, Gerarde Piqué, é um menino.

"Sim, vai ser um menino", confirmou a cantora, de 35 anos, que já está no 6.º mês de gestação. A confirmação foi feita numa entrevista ao apresentador Wolfram Kons, exclusiva do canal alemão RTL, e filmada em Barcelona.

Sobre Piqué, de 25 anos, Shakira declarou: "Este homem é, realmente, o melhor que me aconteceu na vida. E adora este bebé!".

A artista assegurou ainda que tem a intenção de levar o filho sempre com ela em viagens, e educá-lo para que torne numa pessoa responsável. "Quando o bebé sair da minha barriga, que saiba que pode ajudar a mudar as coisas. Pode fazer com que o mundo seja realmente melhor", disse.

A artista participa este ano, pela segunda vez, na maratona para a caridade do canal de televisão alemão e apadrinhará, nessa ocasião, a construção de uma escola na cidade colombiana de Cartagena. "O meu desejo pessoal para este projeto é que a escola seja construída rapidamente, para podermos acolher 1.700 alunos", disse a cantora.

 

Fonte: Dn


30
Abr 12

 

Shakira foi umas das protagonistas da Cimeira das Américas, na Colômbia, ao anunciar que várias fundações, incluindo a sua Fundação Pies Descalzos decidiram aliar-se para trabalhar juntas com o objetivo comum de proporcionar uma educação de qualidade a crianças pobres.

A cantora colombiana assegurou ainda que o investimento em educação dá retorno financeiro, citando a expressão «filantropicapitalismo» criada por ela.

A cantora argumentou que a região não tem centros suficientes de ensino e pediu o apoio dos empresários e governantes presentes.

A Shakira coube ainda a honra de cantar o hino da Colômbia na abertura da Cimeira.

 

Fonte: Lux

 


Shakira com crianças do projeto 'Primeiro o Primeiro'

 

Shakira anunciou que estabeleceu uma aliança com várias fundações internacionais que vão permitir construir 13 centros escolares na Colômbia, durante a sua recente estada na cidade de Cartagena das Índias. Entre as fundações ligadas ao projeto encontra-se a sua própria fundação, Pés Descalços. O objetivo da cantora colombiana é poder proporcionar um bom ensino às crianças que vivem no seio de famílias que vivem com poucos recursos financeiros.

"Ao todo, 6200 crianças irão beneficiar de uma educação de qualidade", disse a intérprete de Waka Waka, acrescentando que a aliança que acabou de fazer, e que se intitula "Primeiro o Primeiro", pretende acolher crianças com menos de seis anos. "Os primeiros anos são mais importantes na vida de um ser humano e os mais determinantes para o seu futuro", justificou.

A namorada do defesa-central Gerard Piqué, do FC Barcelona, revelou que os centros escolares serão construídos em bairros de extrema pobreza por várias províncias da Colômbia. Shakira, entretanto, já regressou a Barcelona, onde vive com o namorado.

 

Fonte: DN

 


04
Jan 12

A 14 de Fevereiro num evento beneficente especial para crianças  necessitadas as cantoras  Shakira e Miley Cyrus apresentam a música que você vão gravar juntas , de acordo com o jornal mexicano El Universal.

 

As estrelas da música  irão entrar no estúdio para gravar “Love & Rock” que será utilizada para captação de recursos.

 

A cantora colombiana esclareceu que “Love & Rock” não tem fins comerciais .

 

Não é a primeira vez que a namorada de Gerard Piqué entra em estúdio para trabalhar com um intérprete Saxon: ele havia feito em “Beautiful Liar” com Beyonce.

 

Shakira é uma artista muito envolvida com obras filantrópicas e tem sua própria fundação chamada de “pés descalços” .

 

Fonte: alagoinhasnoticias


20
Dez 10

A cantora colombiana Shakira lançou o seu primeiro livro infantil: "Dora, a Exploradora - A Aventura do Dia Mundial da Escola"

Uma percentagem dos lucros adquiridos com a venda do livro reverterá para a fundação Pies Descalzos, criada por Shakira 

Uma percentagem dos lucros adquiridos com a venda do livro reverterá para a fundação Pies Descalzos, criada por Shakira

 

Shakira decidiu arriscar e escreveu um livro infantil. "Dora, a Exploradora - A Aventura do Dia Mundial da Escola" conta as aventuras da já conhecida personagem Dora e do seu companheiro Boots em busca de materiais que façam falta nas escolas.

"Dora é uma inspiração para todas as crianças do mundo e até mesmo para mim. Foi uma honra trabalhar com a Nickelodeon para escrever esta história, porque a educação é uma causa muito importante para mim" disse Shakira, citada num comunicado de imprensa do Grupo Editorial Norma, que publicou o livro. A cantora é também uma das personagens do livro.

Paula Allen, da Nickelodeon Consumer Products, afirmou que "trabalhar com Shakira para criar esta história educativa e enriquecedora foi uma experiência extraordinária".

O livro, de capa dura, conta com ilustrações de Kellee Riley e Kuni Tomita. Uma percentagem dos lucros adquiridos com a venda do livro reverterá para a fundação Pies Descalzos criada por Shakira. A missão desta organização é garantir que as crianças tenham acesso à educação desde pequenas.

 

Fonte: Expresso


27
Fev 10

Shakira assina com Bird iniciativa para a primeira infância na América Latina - Foto: ©AFP Jewel Samad - 0

Shakira assina com Bird iniciativa para a primeira infância na América Latina

 

A estrela pop colombiana Shakiraassinou nesta segunda-feira com o Banco Mundial (Bird) um acordo de investimento na primeira infância na América Latina, no valor de 300 milhões de dólares.

A iniciativa está violtada para crianças de até 6 anos de idade ameaçadas de vir a sofrer sérios atrasos intelectuais e de crescimento devido à desnutrição ou à falta de atendimento básico.

"Quero convidar nossos governantes e chefes de Estado a utilizarem esta oportunidade de ouro - o investimento na primeira infância", declarou Shakira em entrevista à imprensa na sede do Banco, onde assinou o documento ao lado do presidente da instituição, Robert Zoellick.

A Fundação América Latina de Ação Solidária (Alas), que promove a iniciativa, reúne desde 2006 estrelas da música, como Alejandro Sanz, Juan Luis Guerra, Calle 13 ou Ricky Martin, para estimular programas de desenvolvimento para a infância, com a participação, também, do Instituto da Terra, da Universidade de Columbia (Nova York).

Shakira esteve também com o presidente Barack Obama, na Casa Branca, para abordar a efetivação desse tipo de iniciativa nos Estados Unidos, pedindo, também, colaboração na atenção necessária a 22 milhões de crianças carentes da América Latina e do Caribe.

A região latino-americana, a mais desigual do planeta, investe, apenas, 0,6% do PIB, em média nesses programas voltados para a primeira infância, em comparação com 1,8% nos países ricos, segundo informe sobre o assunto elaborado pelo Banco Mundial.

 

Fonte: Contigo


Washington, 22 fev (Lusa) - O Banco Mundial lançou hoje, com o patrocínio da cantora Shakira, um fundo destinado a ajudar crianças da América Latina dotado de 300 milhões de dólares (221 milhões de euros).

A Iniciativa Pequena Infância foi apresentada na sede da instituição, em Washington, com a presença da cantora colombiana.

Aquela soma deve "fornecer às crianças uma refeição, cuidados médicos e ambientes de estímulos adequados desde a conceção até à idade de seis anos, um período crucial do desenvolvimento para fazer com que uma criança desenvolva todo o seu potencial", precisou o Banco Mundial.

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

 

Fonte: DN


26
Fev 10

Shakira é nomeada embaixadora do Banco Mundial contra a pobreza infantil

 

A cantora colombiana Shakira foi nomeada embaixadora especial do Banco Mundial na luta contra a pobreza infantil na América Latina.

A entidade anunciou ainda que irá destinar US$ 300 milhões para o desenvolvimento de programas que ajudem a erradicar a miséria entre as crianças.

Shakira e o presidente do BM, Robert Zoellick, assinaram nesta segunda-feira em Washington a "Iniciativa da Primeira Infância: Um investimento para toda Vida", um projecto de grandes dimensões que terá a artista colombiana como porta-voz diante dos Governos latino-americanos e caribenhos.

A cantora explicou que os seis primeiros anos de vida são fundamentais para determinar o futuro de uma pessoa. A primeira infância (de 0 a 6 anos) condiciona o desenvolvimento do cérebro das crianças, suas emoções, suas relações sociais e sua percepção do mundo.

Segundo um relatório publicado pela Universidade de Columbia, dos 56,5 milhões de meninos e meninas menores de 5 anos que vivem na América Latina, quase 6 milhões sobrevivem com menos de US$ 1 dólar ao dia, e 8 milhões apresentam atraso do crescimento físico e cognitivo.

 

Fonte: Epa


12
Jun 09
shakira

Shakira: intelectual e artisticamente precoce

 

Num vôo entre Miami e San Salvador no último mês de Outubro, Shakira refletia com os olhos grudados no seu MacBook. Ela preparava o discurso sobre desenvolvimento infantil que faria na manha seguinte, na Cúpula Ibero-Americana - evento que reuniria grande parte dos chefes de estado da América Latina, além do Primeiro Ministro e rei da Espanha, do primeiro ministro de Portugal e de um seleto grupo de dignitários de escalões inferiores.

Aquele não era um evento comum para Shakira Mebarak Ripoll, nascida na cidade colombiana de Barranquilla. Entretanto, a cantora tem este outro lado. Dois anos atrás, juntamente com Antonio de La Rua, seu namorado de longa data, além de alguns amigos do casal, Shakira teve a idéia de criar a ALAS (“asas” em espanhol): uma associação de cantores ibero-americanos que faria uso do poder da fama para levantar a bandeira do desenvolvimento infantil.

Desde então, a ALAS já reuniu os principais pop stars de países de língua espanhola e portuguesa, realizou shows gigantescos no México e na Argentina, conseguiu o apoio filantrópico de algumas das famílias mais abastadas da América Latina e chamou a atenção de um número expressivo de chefes de estado. Agora, com os olhos fitados na tela de seu Mac neste vôo com destino a San Salvador, talvez ela estivesse próxima de seu grande momento de avanço político. “Já está longo demais”, disse ela, sorrindo de forma resignada ao digitar seu discurso. “E eu ainda tenho tanto a dizer”, ela concluiu, continuando a digitar.

No fundo do avião de oito lugares, o mega-star espanhol Alejandro Sanz fazia anotações de seu discurso em um monte de papéis espalhados, se recuperando de uma forte gripe ao lado de sua namorada. Sua atitude relaxada contrastava com o nervosismo de Shakira. Ela se virou para olhar para o cantor. “Estou com medo”, disse ela em espanhol, com o rosto imóvel por um momento. “E por quê?”, perguntou Sanz. “Porque isso é importante demais”.

O pequeno grupo – formado por um assessor de imprensa, um empresário, uma assistente e a cantora, já sem palavras – ficou mudo. Shakira voltou a digitar sua palestra ao sobrevoarmos Cuba.

A filantropia entre roqueiros e celebridades em geral não é mais novidade. Porém, o que Shakira e a Fundação ALAS estavam tentando fazer era completamente novo. Com o foco na nutrição, educação e assistência médica na primeira infância, a fundação trabalha em uma escala muito além do alcance de uma entidade filantrópica privada. O trabalho requer o esforço contínuo do estado e não pode ser resolvido simplesmente com verbas concedidas pelos países ricos. O truque é pegar uma celebridade do mundo pop, juntá-la a um grande empreendimento e alterar para sempre a maneira como governos latino-americanos ajudam a cuidar de crianças e carentes. O que a jovem de cabelos dourados, com os olhos grudados no computador, estava tentando fazer era um pedido de grande porte – mas nem por isso seria razoável subestimar alguém como ela.

Mais tarde, dirigindo rapidamente um carro SUV pelas estradas esburacadas de San Salvador, Shakira me contou que iria insistir para firmar compromissos de ações e para estabelecer um grupo de trabalho voltado para o desenvolvimento infantil na Cúpula Ibero-Americana deste ano. “Queremos que cada presidente saia dali com um compromisso firme. Queremos ter certeza que eles voltaram para seus países tendo em mente aquelas crianças de zero a seis anos de idade, com uma compreensão plena do significado de iniciativas voltadas para o desenvolvimento da primeira infância”.  

 

Shakira visitou Bangladesh em 2007 como representante da UNICEF

 

O comitê de trabalho da reunião iria, com a ajuda do braço de pesquisa da ALAS em Nova York e da sede de caráter mais político da fundação em Bogotá, estabelecer e definir melhores práticas e ajudar os estados a desenvolverem projetos pilotos em pelo menos cinco países. Shakira explicou: “A idéia é que este comitê se reúna na Cúpula de Portugal, em 2009, para trazer informações e analisar as conquistas – ou, pelo menos, apresentar um plano muito concreto para realizações futuras, que devem ser postas em prática antes da próxima reunião, em 2010”.

Seja em particular ou abertamente, Shakira recorre, com freqüência, aos jargões de especialistas em empreendimento social. “Cresci no mundo emergente, cresci presenciando a injustiça”, ela me contou. “Cresci durante uma severa crise social: a luta entre a esquerda e a direita e, no meio de tudo, pessoas sendo atingidas pelo tiroteio. Vi milhões de pessoas desalojadas na Colômbia. Porém, já percebi também que, em países como o meu, quando uma criança nasce pobre ela vai morrer pobre - a menos que tenha uma oportunidade. Tal oportunidade é a educação. É dessa mão altruísta que eles precisam. A América Latina é um continente jovem, maleável e flexível. Ainda podemos mudar”.

“Vontade de pedra”

Na noite em que cheguei a El Salvador, discuti as aspirações da ALAS com Luis Alberto Moreno, presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, que tem aconselhado Shakira. Ex-embaixador da Colômbia nos EUA, Moreno é um astuto observador da política e dos políticos latino-americanos.

Nós dois tínhamos idade suficiente para nos lembrarmos da guerra civil em El Salvador e para pensar no país sob aquela situação. Porém, como destacou Moreno, as gerações mudaram: no caso da nossa, primeiramente nos posicionávamos para depois buscarmos soluções. “Esta não é a forma que as novas gerações – que incluem Shakira – abordam os problemas”. Essa geração mais jovem é mais prática, e também mais global. “O que acho que Shakira e todo aquele grupo fizeram foi atingir em uma nova geração de latino americanos que, através da música, se tornou global. É a geração que ela representa”.

Com sua origem libanesa e canções em inglês – incluindo o grande sucesso bilíngüe “Hips Don’t Lie”, em parceria com o haitiano americano Wyclef Jean, por exemplo – Shakira mostrou como um artista latino pode ser universal. Ao mesmo tempo, ela tenta manter-se firme às raízes latino americanas. “Quando você compara tudo o que todo mundo já fez – como o Bono, dentro outros – em relação à África, quase sempre foram artistas dos países do G-8 com os olhos voltados para a África”, disse Moreno. No cada da ALAS, “artistas latinos estão voltados para a América Latina, e acho que isso é algo único. Acho também que é algo extremamente poderoso, pois as relações deles com a região acabam sendo mais profundas”.

De imediato, o visual feminino de Shakira é limitador e crítico para seu poder. Em um ensaio escrito quando a cantora tinha 22 anos, o romancista Gabriel Garcia Marquez chama a atenção não somente para a “vontade de pedra” de Shakira, mas também para uma “sensualidade inocente que parece ter sido inventada por ela mesma”. Ela chegou onde está através de estágios: criança prodígio, gravou dois álbuns dos quais não gostou, atuou em uma novela de TV e se tornou pop star - atingindo principalmente um público formado por meninas. Com vinte e poucos anos, ela mudou novamente: clareou os cabelos e tornou seus ritmos mais aventureiros. Esta personalidade está presente no álbum duplo Oral Fixation, com o qual ela conseguiu chegar ao ponto onde poderia aspirar influenciar políticas públicas de toda uma nação.

Toque de glamour

A reunião presidencial pareceu demandar um leve toque de glamour e, para seu discurso, Shakira estava usando um vestido cinza claro e o cabelo preso. Ao adentrar a sala, diplomatas discretamente tiravam fotos, sem se levantar da cadeira, enquanto o presidente de El Salvador dava as boas vindas à cantora - e também a Alejandro Sanz e a Fher, vocalista da banda mexicana Maná.

Shakira, então, iniciou sua fala: “Estamos aqui para dar início à criação de uma grande aliança entre o setor público e a sociedade civil, com o intuito de proteger o grupo mais frágil de nossa população: as crianças”. Ela falou sobre os “grupos regionais de trabalho”, que seriam estabelecidos como resultado daquela reunião, descrevendo sua estrutura e objetivos, e em seguida concluiu: “Vamos encontrar forças para defender os pequenos nesses momentos difíceis”.

 

Ao lado de Bono e The Edge, do U2, Shakira cumprimenta o presidente Obama

 

De volta à SUV e seguindo por uma estrada estreita, ladeados por policiais em motocicletas e um helicóptero sobre nossas cabeças, voltamos ao jato que logo estava sobrevoando San Salvador, nos conduzindo ao nordeste e ao Caribe. Shakira me perguntou se eu tinha conseguido ver se os olhos de Álvaro Uribe, presidente da Colômbia, ficaram marejados quando ele fez seu discurso durante o encontro. Eu tinha tido a mesma impressão, mas não consegui enxergar bem, embora tivesse certeza que sua voz estivesse alterada.

O encontro em outubro em El Salvador foi o ponto alto do projeto, mas no início deste ano havia questões sobre a real representatividade do evento. Teria o mesmo sido apenas uma oportunidade de tirar fotos especiais? Algumas questões internas preocupavam os integrantes da ALAS: em um curto período, a fundação já havia passado por dois diretores executivos e, ao final da reunião de El Salvador, já estava no terceiro.

Esse fato oferecia uma brecha para os inimigos de Shakira. Ela nunca havia tomado uma posição política contra ou a favor da guerra opressiva do presidente Uribe – popular, mas bastante sangrenta – nas décadas de insurgências das Forças Revolucionárias Colombianas (FARC). A influente colunista colombiana Maria Isabel Rueda escreveu no periódico El Tiempo, em 01 de fevereiro, que o país tinha dois pólos políticos: o cantor Juanes, que apoiava abertamente o presidente Uribe e geralmente tomava partido político (e cuja música demonstrava maior preocupação com o país); e Shakira, que Rueda taxou de diplomática e pouco propensa a tomar uma posição política firme (contra ou a favor de Uribe, por exemplo). Rueda dava a entender que, se Shakira se mantinha acima de questões políticas, porque então almejava reivindicar poder político? Quem a teria elegido?

Talento precoce

São inúmeras as esquisitices envolvidas nesta estória: a menina de origem libanesa cristã, educada por freiras em Barranquilla, se tornou símbolo sexual internacional; a ativista política que se mantém fora da política. É trabalho de seu namorado e conselheiro de todas as horas, de La Rua, suavizar tais contradições e realizar a alquimia da política pop. Ele afirmou que o desenvolvimento de crianças nos primeiros anos de vida era um objetivo tão livre de culpas que, uma vez dentro do discurso político, era impossível se opor a ele.

A canção “Hips Don’t Lie” causa um orgulho especial em Shakira quando ela canta: “Em Barranquilla se baila asi”- “Em Barranquilla se dança assim”. A cidade portuária do Caribe, famosa na Colômbia por sua miscigenação étnica (principalmente de bascos e árabes), é onde a história de Shakira começou. A filha única se mostrou uma criança intelectual e artisticamente precoce: lendo, escrevendo, cantando e dançando. Seu pai convenceu as freiras do Colegio La Ensenanza a admiti-la mais cedo e, quando mais tarde não conseguiu pagar as mensalidades escolares, ele disse às freiras: “Não se preocupem com o dinheiro. Shakira vai ficar famosa e eu vou pagar”.

Uma das obrigações dos alunos do Colegio La Ensenanza era ajudar crianças carentes a ler e a escrever. Isso levou Shakira a La Playa, bairro formado basicamente por cortiços, próximo a um brejo onde o Rio Magdalena encontra o mar. Shakira teve a idéia de ajudar as crianças de La Playa uma vez que havia conquistado a fortuna e fama internacional que seu pai havia previsto.

Dois dias depois de seu aniversário de 32 anos, lá estava ela para inaugurar o que um integrante de seu entourage chamou de “obra-prima”: uma escola do maternal ao ensino secundário com arquitetura minimalista em concreto aparente, dotada de estúdio de dança, um lindo laguinho e um campo de futebol de grama artificial. O que Shakira fez ali é mais simples do que a ALAS, com suas manobras políticas. Ela já construiu cinco escolas desde 2004. As escolas são reais, com um número fixo de crianças recebendo boa educação em um ambiente seguro. Shakira andava para cima e para baixo pelos corredores, acompanhada de de La Rua, de seus pais e de Maria Emma Mejia, a chefe de sua fundação pessoal  e principal conselheira. Ela era só seriedade, fazendo perguntas e examinando cada cantinho. Quando eu disse a ela como a escola tinha ficado linda, ela respondeu, com um sorriso: “É bom mesmo. Paguei bastante por ela”. Não havia nenhuma amargura naquelas palavras, tampouco alegrias. Shakira era uma mistura de encantamento, controle e ansiedade. Era difícil dizer se ela realmente encontrava prazer em suas conquistas.

Depois de uma sessão de fotos, ela pediu para ser deixada a sós antes de dar início a uma nova rodada de entrevistas. O sol estava se pondo. Por um momento ela se sentou no topo da escada olhando por cima dos telhados enferrujados de La Playa, ao nordeste, em direção ao dique do Rio Madalena. Quando o sol se pôs, ela entrou, em passos largos e saltos altos, em uma sala lotada de jornalistas, exibindo um sorriso convincente... e concedeu entrevistas noite adentro.

 

Fonte: IG Música


BEM-VINDO (A)
Bem-vindo a este blog dedicado à talentosa cantora Shakira. Aqui encontrarás as últimas notícias, fotos, videos e muito mais sobre a Shakira. Espero que gostes do meu trabalho e volta sempre que quiseres.
MENU
YOU TUBE

E-MAIL
Se tiveres coisas da Shakira que queiras partilhar com outros fãs ou qualquer dúvida que tenhas podes comentar no blog ou enviar um e-mail para: ASMAISFIXES2@HOTMAIL.COM
SHAKIRA BOX


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
Informações Blog
Nome: Shakira Fans Portugal Desde: 24 de Maio de 2008 Administradora: Patrícia Hospedagem: Blogs Sapo
HI5
GALERIA DE FOTOS
ONLINE
online